terça-feira, 1 de julho de 2014

Pré-época 2014/15 com nova identidade e Luís Castro

01/07/2014 - O FC Porto acaba de lançar um novo logótipo criado especificamente para esta pré-temporada. “PRE SEASON FC PORTO ON TOUR 2014 - 2015” é a denominação que marca presença no logótipo criado pelo clube e que irá acompanhar os azuis e brancos ao longo das primeiras semanas da nova época.

À imagem da temporada passada, o FC Porto continua a dar uma identidade própria ao momento de arranque para novas conquistas, transmitindo uma imagem moderna, inovadora e contemporânea e acompanhando a sua visibilidade internacional.

Para além dos êxitos desportivos alcançados ao longo dos anos e reconhecidos além-fronteiras, a marca FC Porto continua a posicionar-se como um exemplo de excelência, vanguarda e sucesso.

Ambição - Luís Castro: “ Quero ganhar e ser campeão”

​Técnico orientou esta terça-feira o primeiro treino do FC Porto B 2014/15 e perspectivou a nova época

​“Reafirmo que é fantástico ter a possibilidade de trabalhar no FC Porto e é isso que irei fazer na nova temporada, sempre com muita dedicação, entrega e paixão. O importante agora é focar-me no rendimento desportivo da nossa equipa B e tirar o máximo dos jogadores”, começou por dizer Luís Castro na superflash que antecedeu a primeira sessão de trabalho de 2014/15, deixando a garantia de que o FC Porto B, tal como no ano passado, voltará a contar com vários jogadores da formação portista. “É uma equipa formada por muitos talentos, que queremos conciliar dentro do campo”.

“Não escondo que quero ganhar e ser campeão nacional da Segunda Liga, mas é redutor dizer que o FC Porto B vai lutar pelo título, até porque o principal objectivo não é esse. Temos jovens talentos que queremos rentabilizar e tornar activos valiosos do FC Porto, mas só com muito trabalho e dedicação é que o conseguiremos fazer. Convém não esquecer que cinco jogadores do FC Porto que estiveram ou estão no Mundial passaram pela equipa B. É um privilégio fazer parte desta equipa e os jogadores têm de ter consciência disso”.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.