sábado, 19 de julho de 2014

JULEN LOPETEGUI, Herrera e Sami

19/07/2014 - Julen Lopetegui - "Casemiro tem o que procuramos"

O FC Porto derrotou o Genk por 3-1 num teste exigente, segundo Julen Lopetegui. "Foi o nosso jogo mais exigente, frente a uma equipa que vai começar a competição na próxima semana. Exigiu-nos mais ritmo e intensidade, foi um bom teste", começou por dizer o treinador dos dragões.

"Estou muito contente com o estágio. Agora é tempo para consolidar conceitos, pouco a pouco a equipa melhora, com trabalho. O objetivo é esse, mas ainda nos falta muito. Estamos a trabalhar para ter o melhor plantel possível e trabalhar da melhor forma para que, quanto antes, adquiramos os conceitos que desejamos. Que seja o quanto antes, pouco a pouco. Há que dar tempo ao tempo. A equipa está a dar passos em frente em muita coisa. Estou muito satisfeito com o esforço e compromisso da equipa. A exigência é parte do profissionalismo", acrescentou Lopetegui , antes de se referir a Casemiro.
"O Casemiro agrada-nos. Tem o que procuramos para essa posição. Virá competir com outros pelo lugar e melhorar o plantel".

Predisposição e confiança de HECTOR HERRERA


Hector Herrera afirmou hoje, após a vitória sobre o Genk (3-1), na Bélgica, que se sente "mais confiante e com muito mais ritmo". O médio, um dos jogadores em destaque no Mundial 2014 pela seleção do México, entrou na segunda parte da partida contra os belgas, naquele que foi o seu primeiro ensaio desde que chegou de férias, na terça-feira, revelando "estar muito contente por regressar e conhecer os novos companheiros e a nova equipa técnica".

Após cinco dias de trabalho com o novo timoneiro portista, Julen Lopetegui, Herrera considera-o "um técnico muito exigente, que gosta de circulação rápida", confessando que teve uma conversa consigo, mas "apenas sobre coisas essenciais ao futebol e ao seu sistema de jogo". "Não pretende nada diferente do que o FC Porto está habituado. O clube vai continuar com a mesma mística, só vai mudar pequenas coisas", assegurou.

Herrera diz-se "melhor, com mais ritmo e com mais confiança no grupo e com as pessoas do clube", afirmando desconhecer a existência de qualquer proposta para uma eventual transferência. "Estou muito contente e gostava de ganhar títulos com o clube, conseguir coisas importantes para ficar na sua história", afirmou, a propósito.

Quanto aos novos companheiros, é da opinião de que "são jogadores com grande nome e importância, mas também são muito humildes e vêm para ajudar a que o FC Porto continue a ganhar".

Sami é mesmo reforço!


Com dois golos, Sami destacou-se no particular que o FC Porto disputou e venceu (3-1) com o Genk. "Sabíamos que íamos defrontar um adversário complicado, já entram em competição para a semana. Mas estamos a trabalhar bem, a fazer o que o treinador pediu e temos conseguido fazê-lo da melhor forma. Mais um bom resultado, a equipa jogou bem e está de parabéns", afirmou Sami, que se sente com força para lutar pela titularidade.
"Estaria mal se não pensasse assim. Venho para ajudar. Sou mais um a trabalhar para tentar fazer parte deste grupo e o mister depois decide. Trabalhar, trabalhar, é o que tenho vindo a fazer. Fazendo o que o treinador me pede. Pressionar, ajudar a equipa, trabalhar. Estamos a evoluir na circulação de bola, triangulações, pressão, como ele nos tem pedido. Ainda temos muito tempo para trabalhar, acertar agulhas, melhorar e voltar às vitórias, como temos vindo a fazer".

Reyes, que só esta semana chegou ao estágio, assume a titularidade no centro da defesa, ao lado de Maicon.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Abrimos portas à frontalidade, mas restringimos sem demagogia, o insulto e a provocação.